Medley de samba

Junior Luiz

Ô viola , chama pra mexer, traz o pandeiro que eu quero ver
Duvideodó, você parar de mexer
Com o Batifun, sempre na palma da mão que eu quero ver
Duvideodó, você para de mexer
Com o Batifun, sempre na palma da mão que eu quero ver
Na palma da mão quero ver
Na palma da mão quero ver
é no balaio mole, e no balaio duro
Eu vim aqui pra samba, samba pra valer
Quero dançar com você todo dia
O samba é numero, o samba do Batifun


Meu coração tá mandando fazer, samba de roda
Essa paixão é antiga, já virou moda
Meu coração tá mandando fazer, samba de roda
Essa paixão é antiga, já virou moda
No rebolado dela tem, todo chamego que a gente gosta
Sobe que desce que bate que roda
Nenhuma menina , machuca meu coração
Eu sei que você rapaz, tá aqui na palma da mão
Viola faz a marcação
Quem sabe de mim, sou eu
Quem sabe de mim, sou eu

Abre essa roda, abre essa roda
Abre essa roda, abre essa roda

Meu coração tá mandando fazer, samba de roda
Essa paixão é antiga, já virou moda
Meu coração tá mandando fazer, samba de roda
Essa paixão é antiga, já virou moda
No rebolado dela tem, todo chamego que a gente gosta
Sobe que desce que bate que roda
Nenhuma menina , machuca meu coração
Eu sei que você rapaz, tá aqui na palma da mão
Viola faz a marcação

Eu botei o meu galo na rinha
Samba galo, samba da galinha
É assim, quero ver rodar pião.
E assim quero ver rodar pião, é galinha engolindo cobra com medo do galo
O trem corre é por cima da linha
Eu levei uma carreira, um vagão de sete arroubas
Uma cesta de ovos, setecentas galinhas
Eu tô melado, meu amor
Eu tô melado meu amor